quinta-feira, 1 de junho de 2017

E se um dia na sua JANELA ABANDONADA, você visse brotar Fores de Maracujá?

Flores de Maracujá. Aparecida Santos. 2017. Técnica mista. 60x80. 

1° quadro da Série: Ser Criança

Série de pinturas "Ser Criança", tem como objetivo levar à reflexão sobre a importância do brincar de forma independente dos mecanismos tecnológicos, tão usuais na atualidade. Busca resgatar as brincadeiras realizadas na infância. Infelizmente a tecnologia tem trazido um lado muito negativo à infância, tem impedido as crianças de verem outras possibilidades de brincar que não necessita de uma tela como atração principal, necessita de um momento seu e de outros, de forma presencial, onde corpo, mente e espírito interagem nesse momento tão especial da vida que é o SER CRIANÇA.  

(Série: Ser Criança). Carrinho. Aparecida Santos. 40x50. Técnica Mista. 2017

quinta-feira, 20 de abril de 2017

O Sertão Floresce.

Rainha do Sertão (Cattleya labiata). Aparecida Santos. 2007. Técnica Mista. 40x80 cm.


Flor da Noite. (Epiphyllum hyb). Aparecida Santos. 2007. Técnica Mista. 40x40 cm

Ipê Roxo. (Handroanthus impetiginosus). Aparecida Santos. 2007. Técnica Mista. 60x120 cm

Flor de Mandacarú. (Cereus jamacaru). Aparecida Santos. 2007. Técnica Mista. 60x140 cm

Cacto amendoim. (Echinopsis chamaecereus). Aparecida Santos. 2007. Técnica Mista.  60x120

Flor de Palma (Opuntia ficus-indica).  Aparecida Santos. 2007. Técnica Mista.  40x40


sexta-feira, 7 de abril de 2017

Vegetação do Semi- árido Nordestino em Arte

Pinturas que retratam a vegetação do Semi- árido Nordestino. As bases são produzidas a partir de reaproveitamento de materiais. 

FLOR DE CACTO-AMENDOIM (Echinopsis chamaecereus). Aparecida Santos. 2017. Técnica Mista. 

FLOR DE CACTO MANDACARÚ (Cereus jamacaru). Aparecida Santos. 2017. Técnica Mista. 

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

QUASE (Sarah Westphal)

"Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase. É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou. Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas ideias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.
Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor, não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cor, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.
Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém, preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer. Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu."  Sarah Westphal

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Eco Arte

Depois da chuva. Aparecida Santos. 2009.Técnica mista.  

  
Copos de Leite. Aparecida Santos. 2007. Técnica Mista.

                                Orquídea do Cerrado. Aparecida Santos. 2009. Técnica Mista.     
                                                  
                                 Luminária ecológica. Aparecida Santos. 2009. Acrílica sobre isopor.

                                              Beijú. Aparecida Santos. 2010. Óleo sobre palha.
                                        Flor do Sertão. Aparecida Santos. 2009. Técnica Mista.

                                     Flor do Sertão 2. Aparecida Santos. 2009. Técnica Mista.

                                 Depois da chuva no Sertão. Aparecida Santos. 2009. Técnica Mista.
                                             Bicho homem. Aparecida Santos. 2009. Técnica Mista.
                                     Cachoeira. Aparecida Santos. 2010. Técnica Mista.

                                       Tucano. Aparecida Santos. 2009. Mosaico com isopor.
                                       Lago permanente. Aparecida Santos. 2009. Técnica Mista.

                                          Mata Ciliar. Aparecida Santos. 2012. Técnica Mista.
                                                Mata Ciliar. Aparecida Santos. 2012. Técnica Mista.
                                      Igreja no Vilarejo. Aparecida Santos. 2013. Técnica Mista.
                                  
                                               Orquídea sobre o tronco. Aparecida Santos. 2014. Técnica Mista

                                    Orquídeas azuis. Aparecida Santos. 2014. Técnica Mista.

                                      Tulipas Amarelas. Aparecida Santos. 2014. Técnica mista
                                    Sob a sombra do Ipê. Aparecida Santos. 2014. Técnica mista
                                 Pássaros na macieira. Aparecida Santos. 2014. Técnica mista
                                             Hibiscos. Aparecida Santos. 2014. Técnica mista
                                 Borboleta sobre a flor. Aparecida Santos. 2014. Técnica mista

                                   Barcos no ribeirão. Aparecida Santos. 2014. Técnica mista

Exposição Permanente no Shopping Salvador. Salvador-BA






quinta-feira, 30 de junho de 2016

Bolhas de sabão

Bolhas de sabão. Aparecida Santos.Óleo sobre tela. 30x30. 2016

Quantos instantes cabem na vida de uma bolha de sabão?


Abraços
Olhares
Beijos 
Despedidas
Um corte
Uma cartada final
Uma bala sem direção
Um aceno
Uma cena
Sim
Não
Um óvulo fecundado
Uma vida que nasce
Outra que fenece
Uma ideia genial
Um flach que eterniza
Uma fotografia
Uma invenção
Que otimiza a razão
Um explosivo de canhão
Milhões em um momento
De aflição.
Um PLOC, e tudo desaparece.


Rosimayre Oliveira


quarta-feira, 29 de junho de 2016

Lavrador perseverante em meio a seca do sertão.

Lavrador perseverante em meio a seca do sertão. Aparecida Santos. Técnica mista. 100x 80. 2016





domingo, 8 de maio de 2016

Feliz dia das mães para todas as mães!

  • “Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti.” Isaías 49:15

Mãe e filho olhando o horizonte. Óleo sobre tela. 2010. 40x70. 

terça-feira, 3 de maio de 2016

CURSO: Pintura Acadêmica (MOMENTO MÃE E FILHA)

A primeira aula da Cassiane e da Sara superou expectativas. Para quem nunca tinha pintado em tela arrasaram. VOCÊ TAMBÉM PODE PINTAR! com o método simplificado da professora artista, Aparecida Santos. 





video

sexta-feira, 22 de abril de 2016

O milagre da multiplicação dos pães. João 6:1-15



Hoje ao estudar a bíblia nessa passagem, pude perceber 3 coisas muito importantes sobre os ensinos de Jesus. Primeiro sobre a importância do ser grato, em segundo lugar sobre a partilha, depois, sobre o evitar o desperdício. Jesus como sempre atraia multidões, devido ao seu enigmático poder de atração. A multidão estava com fome, devido a longa caminhada para ver o mestre e certamente já era fim do dia. Jesus se importou com a fome física do povo, não só com a fome espiritual. 
Após agradecer a Deus pelos cinco pães e dois peixinhos, houve a partilha entre o povo. Todos comeram e Jesus exortou a seus discípulos que recolhessem o que sobrou, para que não os desperdiçasse. Essas 3 ações de Jesus resultou no sucesso daquele evento.
 O mestre continua nos dando as diretrizes para sermos bem aventurados em nossa vida. É impressionante que há dois séculos, o Mestre dos mestres, já ensinava sobre temas tão modernos, como meio ambiente e física quântica. (Maria Aparecida dos Santos Sousa)

O milagre da multiplicação dos pães, por Lambert Lombard (Liège, 1505-1566)